"Vivências". A falta de palavras serão compensadas pelas imagens. Assim é…espero

Arcos de Valdevez

Afinal  ainda há alguém que se preocupa com o ambiente.
Este é um bom exemplo de Arcos de Valdevez.

Município de Arcos de Valdevez
NOTA PARA A COMUNICAÇÃO SOCIAL A/C REDACÇÃO
17Junho2010

Município de Arcos de Valdevez recolhe
Óleos alimentares usados
Depois da publicação do Decreto-Lei n.º 267/2009 (em vigor desde 01 de Novembro), efectuada de forma a garantir que todos os operadores contribuam para uma adequada gestão dos óleos alimentares usados, produzidos pelos sectores industrial, de hotelaria e restauração (HORECA) e doméstico, todos municípios passaram a ser responsáveis por promover e gerir redes de recolha selectiva municipal, nomeadamente para os óleos alimentares usados, gerados pelas actividades domésticas e de hotelaria / restauração, quando a produção diária total de óleo alimentar usado for inferior a 1.100 L,

Nesse sentido, o Município de Arcos de Valdevez estabeleceu um protocolo com a empresa “Paisagens a Óleo – Combustíveis Renováveis Unipessoal, Lda.” cujo objectivo é o estabelecimento de uma parceria/delegação de competências, visando a recolha selectiva de óleos alimentares usados na área do concelho, sem custos para os produtores.

Para o efeito, o Município e a empresa autorizada para proceder à recolha deste óleo alimentar usado no Concelho de Arcos de Valdevez – Paisagens a Óleo – Combustíveis Renováveis Unipessoal, Lda. – disponibilizarão gratuitamente recipientes apropriados, onde deverão ser despejados os óleos alimentares usados, depois de arrefecidos e removidos possíveis restos de alimentos.

O responsável pelo estabelecimento está ainda obrigado a divulgar o encaminhamento dos óleos alimentares usados, devendo para o efeito ser afixado no estabelecimento um certificado emitido pelo município e empresa responsável pela sua recolha, sendo de salientar que o não encaminhamento dos óleos alimentares usados para os destinos adequados constitui contra-ordenação ambiental grave, nos termos da Lei-quadro das contra-ordenações ambientais (aprovada pela Lei n.º 50/2006, de 29 de Agosto).

O município colocará, de igual modo, oleões em vários pontos da Vila para a recolha de óleos alimentares de uso doméstico, por isso apela-se a toda a comunidade que, mal estes estejam disponíveis, os comecem utilizar.

Tenha presente que um litro de óleo alimentar usado, quando depositado num local errado (por exemplo no ralo da banca da cozinha), pode poluir de uma só vez milhares de litros de água. Os óleos alimentares usados podem ser valorizados em produtos como biodiesel e sabão, sendo por isso essencial proceder ao seu devido encaminhamento. Assim, para o bem do Ambiente não se esqueça de separar e encaminhar convenientemente os óleos alimentares usados.

Anúncios

2 responses

  1. Olá!Sou a Margarida, não sei se a Ná já lhe falou de mim?…Vim fazer-lhe uma visita e deixar-lhe um beijo…

    19/06/2010 às 16:24

  2. Olá Margarida,Já tive o prazer de ouvir falar de si. O seu blogue prima pela diferença.Temas, apresentação e fotos brilhantes.Beijo doJF

    21/06/2010 às 00:10

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s