"Vivências". A falta de palavras serão compensadas pelas imagens. Assim é…espero

Valença – Tributo ao Zeca Afonso




O Zeca Afonso esteve vivo, ontem, em Valença.
A qualidade dos músicos, a montagem exemplar de todo o espetáculo, o ambiente criado, assim nos transportaram àqueles tempos, em que o Zeca calcava os palcos.

CervMusic escreveu: “Boa tarde José! O evento foi produzido e organizado por nós, CervMusic. Houve também o José Paulo Ribeira que foi o director musical e pianista no evento. Depois, como músicos, temos: Paulo Baixinho – Vocalista e Guitarra Sílvia Pinto – Vocalista Paulo Gaspar – Baixo e coros Luís Pinto – Guitarras e coros Paulo Freitas – Bateria, percussão e coros Paulo Franco – Sopros”

RECOMENDO A LEITURA “Portugal ao pé”

Blog de uma Galega com alma Lusa.

Valença – Tributo ao Zeca Afonso

“clique sobre esta foto para ver o álbum”
Abaixo é só uma pequena amostra.

Anúncios

16 responses

  1. José Manuel Cerqueira Afonso dos Santos, conocido como Zeca Afonso, magnifico y mítico compositor y músico portugués.
    Compuso la canción Grândola, Vila Morena que sirvió de señal para el inicio de la Revolución de los Claveles el 25 de abril de 1974.
    Me hubiera mucho poder asistir a ese homenaje, siempre admire a Zeca.
    Supongo que habrá sido magnifico recordar sus canciones.
    Un abrazo.

    10/04/2011 às 16:10

  2. Caro JMIR,
    Neste tributo o Zeca reviveu. É muito gratificante ver a juventude a perpetuar um homem como aquele.
    Foi muito, muito bom mesmo. Eu próprio não contive algumas lágrimas em algumas passagens do evento.
    Garanto que perdeu uma bela e merecida homenagem a um grande homem do 25Abril em Portugal.
    Abraço amigo do
    JF

    10/04/2011 às 17:17

  3. Amigo Zé Ferreira
    Obrigado por ter partilhado esta experiência connosco, inesquecível, como penso que terá sido, aliás como sempre que se realizam estes espectáculos revivendo Zeca!
    Abraço

    10/04/2011 às 18:51

  4. Amigo Joaquim do Carmo,
    Foi mesmo muito bom. Mais ainda, por ter sido organizado por jovens e com tanto empenho e qualidade.
    Oxalá consigamos ver mais vezes este tributo. Estaria lá todos os dias.
    Abraço do
    JF

    10/04/2011 às 19:04

  5. João Cruz

    Caro José Ferreira,

    Antes de mais, permita-me parabenizá-lo pela reportagem fotográfica do magnífico espectáculo a que ontem se assistiu. Reportagem essa, ao nível do que em palco se passou!

    Eis-me no Pavilhão Municipal de Valença com uma vontade insaciável de assistir a um “Tributo a Zeca Afonso” para o qual acalentava muitas e altas expectativas. Hoje, pleno e de alma cheia, arrisco dizer que a palavra “Tributo” foi incapaz de abraçar a significância do que em palco se apresentou.
    Chamaria-lhe apenas “Zeca Sempre!”. Afinal, foi mesmo isso que senti (Quem não terá sentido?). Que Zeca esteve ali…SEMPRE! E que orgulhoso se sentiu, que retratado na perfeição se achou, que sorriso agradecido deixou transparecer. Não pode ter sido de outra forma.
    Se certo é que a idade é um posto, mais certo é que o talento musical e performativo não escolhe idades. Haja alma, haja querer, haja profissionalismo e…aquele brilho de (oito) artistas!
    Agradeço à CERVMUSIC e ao Município de Valença o facto de “trazerem a cena” um espectáculo de absoluta qualidade (musical e de produção), pleno de emoção, de talento instrumental e vocal e, acima de tudo, recheado de juventude e profissionalismo.

    “Venham mais cinco” iniciativas destas que, certamente, quem a elas assistir “Traz Outro Amigo Também!”.

    BRAVO!!
    Obrigado.

    10/04/2011 às 22:33

    • Meu caro João Cruz,

      Subscrevo integralmente tudo o que diz.
      Como ainda tenho afirmado, trabalho feito por jovens que ou não tinham nascido, ou eram muito crianças nos bons tempos do Zeca.
      Bons exemplos a seguir.
      Abraço amigo do
      JF

      10/04/2011 às 22:54

  6. Foi mesmo algo de completamente inesquecível.
    Oxalá tenhamos a oportunidade de assistir a mais espectáculos deste nível.

    Parabéns pela reportagem, está fabulosa.

    Beijo

    10/04/2011 às 22:37

    • Grato pelo incentivo, o mérito está nos artistas, eu tive a sorte de estar lá.
      Beijo Na
      JF

      10/04/2011 às 22:56

  7. Lindo, lindo, maravilhoso… Encantei-me só com a amostra, o que seria se tivesse assistido!

    Beijinho,
    Ana Martins

    12/04/2011 às 23:55

    • Amiga Ana,
      No dia um de Maio, aqui em Cerveira o mesmo tributo será apresentado.
      Vou estar atento e tentar divulgar por onde vai ser apresentado.
      Não sei se Fafe ou por aí perto estará na agenda.
      Beijnho
      JF

      13/04/2011 às 09:09

  8. O primerio de tudo quero dar os parabéns e agradecer-lhe pelas boas imagens que, efectivamente, retratam todo o que aconteceu no sábado em Valença.
    Desfrutei muito, tanto como se tivesse vivido na altura de o cantar nas ruas, tanto como se fosse portuguesa. Adoro estas amostras da história viva!

    Tomei-me a liberdade de linkar o seu blog na minha reportagem do evento no blog http://www.portugalaope.blogspot.com . Curiosamente, titulei a reportagem como o João Cruz fecha o seu comentário “Venham mais cinco” e efectivamente com o mesmo significado que ele dá, venham mais cinco como este que nelas estarei!.

    Tenho a certeza de que haverá mais 🙂
    Cumprimentos,
    Elena

    13/04/2011 às 07:14

    • Lele Sorribas, eu é que agradeço o seu artigo e o facto de divulgar de forma tão minuciosa este evento.
      Diz “Não nasci portuguesa, mas com a idade, volta e meia, acordei com a alma lusa. Depois de tal acontecimento levei um pé a frente, atrás foi o outro e Eis aí! Portugal ao Pé”.
      Sente-se no seu artigo essa alma lusitana.
      De igual modo, vou publicar este seu blog. (Se mo permitir)
      O seu título é muito bem escolhido. “Venham mais cinco” e o Zeca Afonso para todo o sempre.
      Abraço amigo do
      JF

      13/04/2011 às 09:06

      • Caro José Ferreira!
        Tenha abosluta liberdade de o publicar! Fico muito agradecida.
        É exactamente isso que procuro com Portugal ao Pé, divulgar Portugal, faço-o em espanhol porque há muito Portugal para monstrar nestes lados da raia, os tópicos, a história e até a proximidade geográfica condicionaram o conhecimento que se tem do país vizinho.

        Um abraço e até breve nos blogs, espectáculos, eventos… ou seja onde for que a paixão lusa se desate.
        Lele

        13/04/2011 às 09:37

      • Grato Lele Sorribas,
        Já linkei o seu admirável blog, aqui e no meu facebook.
        Até que um dia nos proporcione o conhecimento pessoal, aceite um abração amigo, por tudo o que faz por esta lusa pátria.
        JF

        13/04/2011 às 13:39

  9. Este blog hoje está SOBERBO…superou-se a si próprio! Vou daqui encantada. Parabens ao Zé Ferreira e á Ná!
    Beijos
    Graça

    19/04/2011 às 21:06

    • Agradecido Graça Pereira.
      Esta época é propícia a coisas bastante diferente, mas sempre belas.
      Espero poder dar a conhecer o maior número possível dos eventos.
      Abraço amigo
      do
      JF

      19/04/2011 às 22:22

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s