"Vivências". A falta de palavras serão compensadas pelas imagens. Assim é…espero

Paulo Baixinho no Matriz Bar/Caminha


“Paulo Baixinho” é o seu nome. Enorme, é o seu talento, a destreza na guitarra, a sua voz, a vontade de viver a música, a simpatia e a sua presença em palco.
Que falta mais?, a sorte… só lhe falta isso.
O tributo ao Zeca Afonso em Valença, foi o meu primeiro contato, com este músico. Agora, para confirmar aquilo que ressaltou logo à vista, fui beber um copo ao Matriz Bar em Caminha.
Excedeu tudo o que eu já previa. É mesmo muito bom. Estaria toda a noite a assistir. Duas horas e pico, passaram num flash.
Recomendo vivamente e merecidamente.
Fixem este nome.

Paulo Baixinho no Matriz Bar

“clique sobre esta foto para ver o álbum”

Anúncios

8 responses

  1. Acredito… está à vista, à distância de umas dezenas de cliques, mais precisamente nove… para uma reportagem, mais uma, brilhante! E… não é só das luzes, não! Quanto à música, a tal, vamo-nos contentando com o acordeão em fundo, bem agradável de ouvir, por sinal!
    Abraço

    28/05/2011 às 23:45

    • Grato amigo Joaquim do Carmo.
      Boa música, local perfeito, para quem fuma.
      Abraço do
      JF

      29/05/2011 às 22:02

  2. Por lo que he podido ver en tu reportaje ha sido una magnifica noche, la que pasasteis en el concierto de Paulo, no lo conozco pero bueno no es el caso, magnifico reportaje que has hecho.
    Un abrazo.

    29/05/2011 às 16:50

    • Grato JMIR,
      É precioso ouvir jovens como este, qualidade e temas de todos os “tempos”.
      Caminha tem locais maravilhosos para se ouvir boa música.
      Abraço
      JF

      29/05/2011 às 22:04

  3. O Paulo Baixinho possui, sem margem para dúvidas, um enorme talento.
    Tenho o prazer de o conhecer desde que era um bebé de colo.
    Quanto à fotorreportagem, os meus parabéns (…atenção à focagem…).

    Abraço.

    G

    29/05/2011 às 20:08

    • Tens razão amigão.
      Este jovem sabe o que quer. Já merecia ter aquela pontinha de sorte, tão necessária naquela atividade. Sei que ele se esforça muito para conseguir fazer aquilo que gosta e tão bem faz.
      As focagens à escuras são complicadas para um “cegueta”. Só as deixei ficar pelo resto que se vai vendo.
      Abraço do
      JF

      29/05/2011 às 22:08

  4. Oi, José!
    Quanta coisa se passou num fim de semana, quanta coisa!! Que bom!
    Eu também conheci a voz do Paulo Baixinho no Tributo a Zeca e, é tal e qual descreves: energia, qualidade, paixão… um excelente artista!
    Eu já fixei o nome 🙂
    Abraço
    Lele

    30/05/2011 às 08:50

    • É isso tudo e mais ainda.
      Este é outro caso da excelência de um jovem músico, quer viver da música, tem capacidade e qualidades q.b., mas… tem que andar a fazer o som de alguns craques que valem menos do que ele.
      Abraço do
      JF

      30/05/2011 às 11:28

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s