"Vivências". A falta de palavras serão compensadas pelas imagens. Assim é…espero

16ª Bienal de Cerveira – Fórum e Castelo de Cerveira


Sómente consegui visitar dois dos locais onde estão expostas as obras de arte desta Bienal.
Espero ainda completar os restantes, aqui em Cerveira.
Ficam algumas imagens para despertar.

16ª Bienal de Cerveira
Anúncios

7 responses

  1. Despertaste, podes crer!
    Todas as fotos são maravilhosas.

    Fiz link no Rau.

    26/07/2011 às 11:12

  2. Começo pelas fotos… Lindas, surpreendentemente lindas e reveladoras de tantos sentiemntos. A arte de fotografar é isto mesmo. Saber retirar dos objectos, dos lugares, e das cores, outra forma de arte tão viva no apelo, tão forte na mensagem. Um aplauso Ferreira!
    Não posso deixar passar a imagem daquela escultura de mulher.
    Encostada à parede
    parece fugir para outra dimensão.
    De face esquiva foje,
    foje de tudo e de nada,
    numa rejeição ao toque, venha de onde vier.
    Os seios caídos,
    o jeito da boca, a parede de suporte,
    lembra musa esquecida na esquina da rua,
    num beco qualquer.
    Esquecida? rejeitada? ou simplesmente livre de enfeites
    de preconceitos lustrosos
    virada para dentro de si
    em pustura de quem já esperou tudo e nada.
    Fantástica escultura. Tocante, arrepiante…

    26/07/2011 às 18:07

    • Grato Maria José.
      Esta senhora, despertou-me uma série de imagens nesta cabeça.
      Foi sem dúvida a mais demorada e mais visitada obra de arte onde estive.
      Este modelo creio que não excede 1m, mas todos os pormenores e expressões estão lá, enigmáticos, ou não, fria. Enfim, só por ela valeu a pena. Mas toda a exposição, na minha opinião, supera as que já foram feitas.
      Mesmo para leigos, como eu, há bastantes coisas que despertam a curiosidade.
      Amiga, renovo os agradecimentos por essa magnífica opinião.
      Abraço
      JF

      26/07/2011 às 20:22

  3. Boa noite José,
    As fotos estão maravilhosas, mas esta que escolheu para colocar no post, é qualquer coisa de fabulosa, tanto a foto como a escultura, se não soubesse, e diria que se tratava de um nu artístico, nunca vi nada assim!

    Beijinho,
    Ana Martins

    27/07/2011 às 22:02

    • Não fosse pelo tamanho, passaria por uma pessoa.
      Tudo ao pormenor, cabelos pelos, veias, cor da pele, mas a expressão e o olhar, são realmente marcantes.
      Grato Ana Martins,
      abraço do
      JF

      28/07/2011 às 08:54

  4. Já sei o seu nome da escultura e autor.

    Trata-se de uma escultura intitulada “Duo” e o seu autor é australiano – SAM JINKS.
    Impressionante mesmo.

    28/07/2011 às 11:08

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s